A paz que precisamos



Os dias estão difíceis.
Ver as noticias agora é mais assustador e dolorido do que assistir um filme de terror, pois terror mesmo é a nossa realidade atual.
Acredito que a sociedade vive uma de suas piores crises, a crise da falta de empatia!
Todos querem paz para si, mas não querem se unir para construir uma paz coletiva.

Em tempos de eleição o que mais se vê é briga no twitter, em grupos do whatsapp e do facebook. Um apoia tal candidato, outro apoio outro candidato, e até aí tudo bem, as divergências de opiniões é o que faz o nosso mundo evoluir.
Mas quais tem sido os argumentos que as pessoas tem usado para defender seu candidato? E quais tem sido os argumentos para se negar a votar em outro candidato?

Deveria ser um consenso entre toda a população de que o que o Brasil mais precisa é de paz!
Precisamos sair com segurança nas ruas, precisamos ter empregos para sustentar nossas famílias e acima de tudo precisamos de verdadeira representatividade de políticos engajados em melhorar a vida daqueles que acreditaram em suas propostas.

Mas como conquistar a paz?

Tenho certeza que não será com intolerância, violência, gritos, armas, ameaças, mentiras e desinformação.
Então pode apostar que não adianta acreditar que alguém que seja representante de tudo isso será capaz de melhorar o nosso país.
Entendo a descrença coletiva que aflige milhões de votantes, mas tenha calma, estude a vida dos candidatos que você pretende votar, veja como foi sua vida pública, quais cargos já ocupou e o que conseguiu realizar nesses cargos, veja se realmente o pensamento dele é compatível com o Brasil que você quer ver e ajudar a construir.

A única coisa que sei é que é preciso escolher um candidato que possa honrar toda a esperança que será depositada nele, que tenha um plano de governo compatível com as reais necessidades de todo o povo brasileiro.
Precisamos tomar cuidado para que todas as nossas ações possam refletir o que realmente queremos para o nosso futuro.

A paz é construída a partir do momento que todos lutam para que o povo tenha melhores condições de vida através da educação e saúde, e que o verdadeiro caminho para a melhoria é usar como armas projetos positivos, pois até hoje a única coisa que vi a negatividade atrair foram coisas ruins.

LUTE pela paz que você quer em seu país!!
O povo unido sempre será mais forte do que qualquer político.
Compartilhe:

Quanto você pesa?



O peso é um dos numerinhos que as pessoas mais dão importância hoje em dia.
Afinal perder peso é o maior desafio que uma mulher poder enfrentar e a maior recompensa que ela pode receber, certo? Errado!
Não vou entrar na questão de que mais vale um exame com triglicérides, colesterol e vitamina D tudo certinho do que pesar o número mínimo do seu IMC “saudável” agora, mas por que vale mais, por exemplo, pesar 50kg do que ganhar prêmios de prestígio?

Um tempo atrás li uma entrevista com a atriz Jennifer Hudson que me deixou profundamente perturbada, lá ela dizia que se orgulhava muito mais de sua perda de peso, com a ajuda de um famoso programa de emagrecimentos, do que ter ganhado o seu Oscar. 
Isso é muito triste, e infelizmente revela muito sobre o estado mental de muitas meninas atualmente.
A mensagem que passa é a seguinte: do que vale ser tão talentosa ao ponto de ganhar um Oscar se você não é magra?
Pois quero que você saiba que vale muito e infinitamente mais do que qualquer padrão estético. 
Pode acreditar que vai te dar muito mais satisfação olhar pra prateleira da sua casa e ver um belo Oscar dourado do que se olhar no espelho e ver um tanquinho, aliás pra que que serve esse tal de tanquinho? Nem pra lavar roupa o danado serve risos.

Mas muito argumentam aquela história manjada de saúde e riscos de doenças e bla bla bla, mas quantas musas fitness falam que vocês precisam de exames pra saber se estão saudáveis mesmo? 
Na verdade todo o foco é em dietas e exercícios, sem nenhum examezinho sequer, como se perder peso, comer comidinhas da terra e ter um corpo escultural fossem sinônimos de saúde. 
Sinto dizer mas não tem NENHUM outro método de saber se você está saudável do que fazer exames. O seu peso, e muito menos a sua aparência física, não determinam sua saúde.

Ano passado tive que fazer vários exames pois andava passando muito mal, até estava psicologicamente preparada pra encarar uma dieta, pois sabia que estava na faixa de sobrepeso do IMC, mas quando fiz meus exames sabe qual era o meu problema? VITAMINA D!
Tava faltando botar a cara no sol! E nada além disso. Apesar do suposto sobrepeso o meu coração estava ótimo, colesterol ótimo e triglicérides também. 
Aí pergunto: cadê a sua musa fitness agora? 
O meu problema não tinha nada a ver com meu peso, minha barriga saliente ou minha celulite, meu problema era não tomar sol suficiente.

Mas o que eu realmente quero dizer com tudo isso é valorize mais o peso de suas conquistas do que o peso do seu corpo. 
Saiba o quanto você pesa como pessoa e não o quanto a balança diz que você pesa, pois nenhuma balança do mundo sabe dizer o peso de tantas coisas que você conquistou, de tudo o que você aprendeu ou dos bons relacionamentos que você cultivou.

Agora sabe o quanto eu peso?
Eu peso um diploma de gestão ambiental de uma faculdade federal, eu peso a fluência em inglês, eu peso vários amigos incríveis, eu peso dezenas de livros que já li, eu peso todas as vida que inspirei de alguma forma, eu peso uma imensa força de vontade de encarar todos os dias com força e determinação. 
Eu peso uma vida inteira de aprendizados, dores e alegrias.

E os quilos? Não são tão importantes como te fizeram acreditar, pode confiar 😊


PS: inspirado no texto e no movimento "I Weight" (Eu Peso) da atriz Jameela Jamil (do seriado The Good Place) para ler o texto dela na íntegra em inglês clique aqui: http://jameelajamil.co.uk/post/171287759245/i-weigh
Também conheça a página no instagram https://www.instagram.com/i_weigh/ e descubra o peso real das mulheres.

Compartilhe:

Patrulha da Promoção #7: Semana do Consumidor

Essa semana é comemorada a semana do consumidor, que é efetivamente celebrado no dia 15 de Março, por isso diversas lojas estão com preços e condições especiais então vale a pena ficar de olho para aproveitar. Também elaborei uma listinha com promoções que amei e que tô achando que tá valendo bastante a pena.


A Sephora está com frete grátis sem valor mínimo em todo o site, essa é a hora de pegar nossa listinha de compras e aproveitar! Porque cá entre nós o frete muitas vezes desanima.
O site elaborou uma lista bem bacana de ofertas que vai desde sabonetes até base, e os meus destaques são:

  • Batom Color Sensational Maybelline: já falei desse batom mil vezes e vou continuar falando. Boa cobertura, boa durabilidade e está saindo por R$ 20 cada! As cores em promoção são: Ao Ataque, Rosa Pra Causar e Proibido Proibir. O preço normal é R$ 30.
  • Base Fit Me Maybelline: tenho resenha dessa base aqui no blog e apesar de não ser alta cobertura é uma base que ando curtindo pro dia a dia e tá com um preço bem justo pro que entrega (R$ 28).
  • Batom MAC na cor Heroine: um dos batons mais vendidos da MAC está com um super preço de R$ 49! Talvez um dos melhores preços que já vi dele, e sobre qualidade não precisa nem falar né? Ótima cobertura e dura umas boas horas na boca, e a cor é uma das mais lindas que já vi!
Além das ofertas muitas marcas estão enviando brindes com suas compras, e a Sephora facilitou com uma página que mostra todos os brindes disponíveis.



A KaBum está com uma super promoção do Kindle (o leitor digital da Amazon) que normalmente é vendido por quase R$ 300 e está saindo por R$ 219,89 em até 10x sem juros ou R$ 197,90 pagando a vista no boleto bancário ou 1x no cartão, então se você sempre quis um leitor digital esta é uma boa oportunidade de adquirir o seu!



A Monte Carlo está com diversas joias com ótimos descontos, e tem de todos os tipos: charms/berloques pra pulseiras, pingentes, relógios, anéis e colares! As joias são de ótima qualidade e a entrega costuma ser rápida.
Meus destaques pessoais são:
  • Jolie: difícil resistir a tentação com tantos charms com preços tentadores, os da Barbie estão menos de R$ 100 reais (o preço normal fica entre R$ 140-170), e tem também pulseira em promoção! Se você tem vontade de montar a sua pulseira essa promoção pode te dar o empurrão inicial.
  • Relógios: além de bonitos e sofisticados são extremamente úteis. Alguns relógios estão por menos da metade do preço, uma oportunidade imperdível.
  • Anel Glamour: essa é uma dica super pessoal já que eu tenho esse anel e ele é meu xodó! Lindo, elegante e muito versátil é um anel que pode ser usado tanto no dia a dia quanto pra ocasiões mais especiais, e com 33% de desconto ele fica ainda melhor!
Aproveite muito as promoções mas com responsabilidade rs.


PS: o blog não se responsabiliza por alterações na disponibilidade de produtos ou mudanças de preços.
Compartilhe:

Chorar faz bem, mas não resolve


Eu sempre fui chorona.
As coisas acontecem e minha primeira reação é chorar, chorar muito, de se descabelar.
E sim, faz bem sim.
Precisamos sempre liberar nossas emoções, guardar tudo dentro da gente faz um mal danado, faz com que a gente se sinta pesado e sufocado. Então eu vou sempre defender o direito ao choro, a mais antiga forma de expressão que já nascemos sabendo.
Apesar disso é importante saber que isso não vai resolver o nosso problema.
O choro serve mesmo como desabafo, e se você for como eu, também ajuda a reorganizar seus sentimentos de forma meio caótica. Mas o que define mesmo o que vai acontecer depois do choro é a sua atitude.

Basicamente temos duas opções: chorar de se descabelar e aceitar a derrota/perda/tristeza ou chorar de se descabelar mas depois passar um pente no cabelo, erguer a cabeça e se preparar para mudar a situação.
Sempre li que a forma como encaramos o nosso problema diz muito sobre como nós somos, e eu sempre odiei isso, talvez esse ódio seja justificado porque em algum lugar dentro de mim eu sabia que isso era verdade, e eu não estava pronta para aceitar isso.
Eu vivi muitos anos escolhendo a primeira opção, não encarava de jeito nenhum meus problemas, acreditava que se eu deixasse eles quietinhos num canto em algum momento eles sumiriam. Mas problema não é dinheiro perdido na rua, que some rapidinho, problema é roupa suja no chão do banheiro, que se você não se movimentar pra dar um jeito na bagunça, ela só vai piorar, e piorar num ponto que vai estragar suas roupas.

Mas recentemente eu tomei uma atitude diferente.
Chorei muito, me desesperei, descabelei, mas depois disso pensei que talvez fosse a hora de começar a lavar a roupa suja que empilhei. Acho que pela primeira vez encarei meu problema de frente.
Tentei resolver, e de primeira recebi a negativa. 
Não aceitei, busquei outra forma de solucionar, aí deu certo!!
E que delicioso foi saborear essa vitória, um gosto diferente de tudo que já senti.
Senti orgulho de mim, senti que as dores de crescer estavam finalmente rendendo algum fruto, senti que estava pronta pra começar a limpar a sujeira dos problemas que ignorei.

Tem muuuuitaaa roupa suja no chão da minha vida ainda, mas estou pronta para chorar, descabelar e procurar uma solução pra tudo.

E se não tiver solução? Chorar, descabelar e aceitar que aquele problema era o ponto final de algo que não preciso mais na minha vida.
Compartilhe:

Resoluções realistas de ano novo


Todo ano é a mesma coisa.
Fazemos listas e mais listas de tudo o que planejamos mudar e conquistar no próximo ano.
E 99,9% das vezes não conseguimos completar nem metade da lista, pode ser porque a gente simplesmente não quer aceitar ordens de um pedaço de papel (mesmo que a gente que tenha escrito) ou porque a gente na maioria das vezes faz metas nada realistas.
Achei uma lista na internet com resoluções bem práticas e decidi escolher algumas pro ano que vem, coisas bem simples que quero, e vou usar a lista como um lembrete.
Eu gosto de listas porque na correria do dia a dia é muito fácil se esquecer do que queremos.
Então é isso que quero em 2018:

  • Um hábito ruim que vou quebrar: demorar pra responder as pessoas (prometo que vou tentar com todas as minhas forças migos)
  • Uma habilidade nova que vou aprender: costurar
  • Uma pessoa na qual vou me inspirar: Iris Apfel, ícone fashion e de vitalidade
  • Uma boa ação que vou fazer: ajudar instituições de caridade
  • Um livro que vou ler: na verdade é uma série que quero ler: Sherlock Holmes de Arthur Conan Doyle
  • Uma comida nova que vou provar: comida japonesa
  • Um comportamento bom que vou adotar: guardar dinheiro

Simples né? E você? Quais atitudes simples você vai tomar este ano para que ele seja melhor?
Compartilhe:

2017 em livros


Este ano li muitos livros, principalmente no meu kindle, mas só comecei a realmente registrar todos os livros que leio nos últimos meses do ano.
Por isso não lembro de muitos livros que li, e alguns simplesmente preferi deletar da memória mesmo, risos.
Mas esses quatro livros foram os meu favoritos e acredito que são boas sugestões de leitura.

Outros Jeitos de Usar a Boca - Rupi Kaur começou fazendo sucesso ao publicar seus poemas no instagram, e seu livro de estreia logo se tornou um sucesso estrondoso.
Eu amei porque ele é brutalmente honesto sobre as dificuldades que as mulheres encaram e seus traumas, mas ela escreveu isso com um delicadeza ímpar!
Me ajudou a entender várias coisas em mim e superar um pouquinho algumas dores.

Sejamos Todos Feministas - livro inspirador de Chimamanda Ngozi Adichie que expressa um pouco de como é difícil ser mulher em uma cultura bastante opressora, e mesmo quem não vive essa realidade consegue se identificar com diversos pontos, porque cá entre nós em que cultura as mulheres tem vida fácil?
Apesar de ser um livro bacana só compre se estiver com um precinho bem bacana pois ele é bem curtinho, cerca de 60 páginas, pois é apenas a transcrição dessa palestra TED talk (para ver legendado ative o botão na parte inferior do vídeo) e se você tem kindle pode aproveitar que ele é gratuito na Amazon!

Pequeno Dicionário de Moda - você pode se perguntar o que um livro com dicas de moda dos anos 50 pode ser aproveitado nos dias de hoje, mas te digo que tem muuuitaaas coisas bacanas que o livro (escrito pelo próprio estilista Christian Dior) ensina.
Eu amei as lições valiosas para ser estilosa em todas as situações e de como comprar conscientemente, o que aliás é um tópico super atual.
Vale a pena para entender mais da moda da época e também notar similaridades com a nossa realidade atual.

Fangirl - comprei esse livro da Rainbow Rowell numa promoção da Amazon porque amei a capa sou dessas e ele ficou um tempão no meu criado mudo. Li a primeira página a tive a sensação que não ia curtir a história, até que um dia que estava à toa eu finalmente peguei pra ler e não me arrependo!
Achei incrível como a Rainbow conseguiu escrever um livro que mostra muito bem como é a vida das pessoas que sofrem de ansiedade e tem dificuldades com mudanças. E amei o universo das fanfics (que fez parte da minha adolescência) ser retratado nos livros, é apaixonante!

E se 2017 foi um ano bem complicado e ruim em diversas partes, em livros ele foi ótimo!
Existem poucas coisas que um livro não é capaz de te fazer esquecer e te transportar pra outro mundo, e além disso são uma fonte incrível de novos conhecimentos.

Leia, você não vai se arrepender ;)
Compartilhe:

2017 em charms/berloques

Tenho minha pulseira de charms/berloques desde agosto de 2016, e no ano passado só comprei dois charms*, todos os outros que agora ajudam a contar minha história foram adquiridos neste ano.
Mas não vou falar de todos eles agora, vou focar nos quatro últimos que comprei na Monte Carlo.
Desde que comprei a minha pulseira (que é da Pandora) estou comprometido em verdadeiramente marcar momentos importantes da minha vida, sejam eles de anos que já se passaram ou algo mais atual. Mas esses quatro charms definem demais o meu ano de 2017, e vou falar o por que.


CRUZ: em 2017 vivi um momento muito diferente na minha vida cristã, de muito questionamento. O que sempre foi algo bastante linear e estável foi sendo revirado milhares de vezes. Apesar de em nenhum momento ter questionado a existência de Deus e o que Ele fez e faz, vivi momentos de muito afastamento, e apesar de terem sido momentos dolorosos foi essencial pra eu começar a entender melhor o que é a vida com Deus. Estou ainda trilhando o meu caminho para voltar aos "eixos", não me considero 100% e sei que ainda tenho muito o que trabalhar, mas pra mim é importante representar minha fé assim.

PRINCESA: talvez uma das minhas maiores dificuldades este ano foi em relação ao meu amor próprio, o que aliás foi um dos motivos pra eu deixar o blog de lado um pouco. Desde criança tenho uma imagem muito distorcida do meu corpo e neste ano vivi uma luta imensa, tinha dias que eu nem conseguia me olhar no espelho do tamanho ódio que eu sentia da minha aparência. Mas também foi o ano que eu mais busquei novas referências de aceitação ao corpo, limpei meu instagram de modelos e musas fitness e substitui por mulheres reais, que se amam apesar de não terem aquele corpo "padrãozinho". Essa é uma luta que eu luto todos os dias. A princesa é um lembrete, que sou valiosa, preciosa e bonita, mesmo que não seja um certo padrão ou outro, e que sou muito mais que um corpo ou um rosto. Sou tudo o que me torna única!

UNICÓRNIO: olhando a minha pulseira esse parece ser o charm mais sem sentido de todos, quem me conhece bem sabe que eu AMO APAIXONADAMENTE unicórnios, e tenho muitas coisas com essa fofura. Mas pra mim na pulseira ele representa liberdade de fazer o que eu quero, de viver minhas paixões e de não ter vergonha do que gosto e do que me faz feliz.

BARBIE: li um tweet do Luan Lovato onde ele dizia sobre algumas memórias da infância que ele "esqueceu" por ter deixado eventos traumáticos apagarem junto também os bons, e quando li aquilo fiquei pensando se não acontecia o mesmo comigo, já que sempre senti que nunca me lembrava nada da infância. E ao fazer um trabalho de tentar lembrar da minha infância lembrei que algo muito marcante foi meu amor pela Barbie e como amava brincar com as bonecas, inventando histórias e montando looks, o que talvez mostrava o quanto eu ia amar escrever histórias e também moda quando crescesse. Então esse charm simboliza todas coisas boas da infância, coisas que também não posso nunca me esquecer.

Fico feliz de encerrar meu ano de uma forma boa, em paz com as partes boas e ruins.
Se você tem interesse em saber mais sobre esse universo de charms e berloque acesse o blog do Berloqueterapia ;)

*Charms: também conhecidos como berloques são os pingentes que ajudam a montar a pulseira.
Compartilhe: