30 de maio de 2016

Não culpe a vítima!



Oi amiga!!
Hoje o papo não é tão leve como costuma ser, mas acredito ser de extrema importância, hoje vamos falar sobre estupro.
Nos últimos dias muito temos ouvido falar sobre o caso da menino que foi estuprada por 30 homens, e muita discussões em relação a isso foram iniciadas, com opiniões bem diferentes.
Mas o que mais me incomoda é o tratamento que a vítima vem recebendo da sociedade, já ouvi todo tipo de absurdo desde "favela é assim mesmo" até "aposto que na verdade ela queria".
O meu coração, como mulher, se quebra ao ouvir esse tipo de coisa. 
Eu acho impressionante como nós somos as culpadas por sermos violentadas, que nós devemos evitar certas coisas para não sermos abusadas, e eu não consigo deixar de pensar que isto é um tremendo absurdo!
Nenhuma mulher pede para ser estuprada, nenhuma mulher quer este tipo de violência física e mental, nenhuma mulher quer viver com esse trauma pro resto da vida.

Dos argumentos que já ouvi, os piores são os seguintes: estava com roupa curta/decote, estava no lugar errado, ela andava com más companhias.


Mas esses argumentos são facilmente derrubados com uma rápida pesquisa na internet, onde vemos que mulheres usando burca e até mesmo freiras já foram estupradas, derrubando o mito de que a mulher usa roupas que "pedem" para que ela seja estuprada. Outras notícias mostram que diversas mulheres foram estupradas dentro de sua própria casa, ou seja, não existe apenas um tipo de lugar que estupros podem ocorrer. E outros relatos perturbadores apostam que muitas mulheres já foram estupradas por seus namorados ou esposos, então que dizer que até mesmo a pessoa que temos um envolvimento amoroso é má companhia? Não é bem por aí.
A verdade é que o único motivo para um estupro ocorrer é a mente doentia de um homem que sente prazer ao humilhar e ferir uma mulher, uma mulher nunca tem culpa de ser abusada sexualmente.

É claro que, infelizmente, temos que tomar cuidado e ser cautelosas com lugares e pessoas, mas isso não é suficiente para nos proteger de um possível estupro.

E nós mulheres temos que nos unir e nos lembrar da  SORORIDADE  e lutar umas pelas outras ao invés de ficar apontando o dedo na cara e evidenciando falhas, vamos nos unir e juntas lutar por igualdade, paz e e pelo fim da "cultura do estupro".

Um beijo grande pra você amiga.






Leitura sugerida: 12 notícias que deixam claro como funciona a cultura do estupro do BuzzFeed
https://www.buzzfeed.com/clarissapassos/noticias-que-mostram-que-nao-adianta-tentar-justificar-um?utm_term=.dqRR6qn4E#.nhmN5XJnA

Nenhum comentário:

Postar um comentário