Chorar faz bem, mas não resolve


Eu sempre fui chorona.
As coisas acontecem e minha primeira reação é chorar, chorar muito, de se descabelar.
E sim, faz bem sim.
Precisamos sempre liberar nossas emoções, guardar tudo dentro da gente faz um mal danado, faz com que a gente se sinta pesado e sufocado. Então eu vou sempre defender o direito ao choro, a mais antiga forma de expressão que já nascemos sabendo.
Apesar disso é importante saber que isso não vai resolver o nosso problema.
O choro serve mesmo como desabafo, e se você for como eu, também ajuda a reorganizar seus sentimentos de forma meio caótica. Mas o que define mesmo o que vai acontecer depois do choro é a sua atitude.

Basicamente temos duas opções: chorar de se descabelar e aceitar a derrota/perda/tristeza ou chorar de se descabelar mas depois passar um pente no cabelo, erguer a cabeça e se preparar para mudar a situação.
Sempre li que a forma como encaramos o nosso problema diz muito sobre como nós somos, e eu sempre odiei isso, talvez esse ódio seja justificado porque em algum lugar dentro de mim eu sabia que isso era verdade, e eu não estava pronta para aceitar isso.
Eu vivi muitos anos escolhendo a primeira opção, não encarava de jeito nenhum meus problemas, acreditava que se eu deixasse eles quietinhos num canto em algum momento eles sumiriam. Mas problema não é dinheiro perdido na rua, que some rapidinho, problema é roupa suja no chão do banheiro, que se você não se movimentar pra dar um jeito na bagunça, ela só vai piorar, e piorar num ponto que vai estragar suas roupas.

Mas recentemente eu tomei uma atitude diferente.
Chorei muito, me desesperei, descabelei, mas depois disso pensei que talvez fosse a hora de começar a lavar a roupa suja que empilhei. Acho que pela primeira vez encarei meu problema de frente.
Tentei resolver, e de primeira recebi a negativa. 
Não aceitei, busquei outra forma de solucionar, aí deu certo!!
E que delicioso foi saborear essa vitória, um gosto diferente de tudo que já senti.
Senti orgulho de mim, senti que as dores de crescer estavam finalmente rendendo algum fruto, senti que estava pronta pra começar a limpar a sujeira dos problemas que ignorei.

Tem muuuuitaaa roupa suja no chão da minha vida ainda, mas estou pronta para chorar, descabelar e procurar uma solução pra tudo.

E se não tiver solução? Chorar, descabelar e aceitar que aquele problema era o ponto final de algo que não preciso mais na minha vida.
Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário