Papo de amiga

Mudança de Prioridades

outubro 12, 2019



Assim que comecei a ganhar meu dinheirinho sempre gastei tudo em maquiagem, sem me preocupar muito com cuidados com a pele, mas, o jogo virou meninas, e me vejo comprando muito mais creminhos pra ter uma pele mais saudável do que maquiagem, na verdade eu nem me lembro qual foi a última vez que comprei maquiagem.
A vida é um ciclo louco de mudanças e reorganizações, sejam elas por nossa vontade própria ou porque fomos obrigadas a repensar nossa vida.
E olha, tá tudo bem viu? Mude quantas vezes forem necessárias.

Me peguei pensando nos últimos tempos como coisas que eram absolutamente prioritárias na minha vida foram ficando pra trás até quase não existir mais, e outras que não significavam nada hoje em dia são consideradas essenciais.
Acho que esse é o tal do amadurecimento que tanto falam, falam tanto sobre deixar de brincar de boneca para ter interesse em namoro, que esquecem de dizer que vamos acabar deixando de nos preocupar se estamos juntos dos nossos amigos o suficiente, para pensar nos boletos que precisamos pagar. As séries que a gente amava acompanhar ficam de lado para que a gente leia mais notícias para ser o tal adulto responsável e bem informado que o mundo exige que a gente seja. Os aplicativos de jogos divertidos vão dando espaço para os de produtividade, afinal é essencial que nosso tempo seja utilizado da melhor forma possível para que o nosso dia (e nossa vida) valha a pena.

Mas chega a hora que precisamos de novo repensar as nossas prioridades. 
Amadurecer é importante, ser adulto é inevitável, mas que tipo de adulto estamos nos tornando?
O boleto tem que tá pago sim, mas sem fazer o que nos deixa feliz só geramos mais boletos com médicos e remédios.
Produtividade é ótimo, mas o que realmente é ser produtivo? É trabalhar tanto durante o nosso expediente, que depois que ele acaba ele nos esgota de um jeito que é impossível viver realmente a vida? Porque a vida é mais do que seu trabalho e pagar boletos, mesmo que muita gente queira te convencer do contrário.

Te desafio a reavaliar a sua vida.
Te convido a ter uma prioridade máxima: VOCÊ!
Pense em como usa seu tempo, como estão seus relacionamentos e sua saúde - física e mental tá?
E mais do que isso: imagine você mesmx criança. Essa criança estaria feliz e orgulhosa do adulto que você se tornou? Ou você seria aquele tipo de adulto que qualquer criança chama de mala? Que se torna o símbolo triste de como é virar adulto?

Repense sua vida, tenha você 20, 30 ou 70 anos, sempre é tempo de renovação, sempre é tempo de organizar as suas prioridades para que você viva HOJE a melhor vida que você pode ter, pois a única coisa mais imprevisível que o futuro é a tabela do brasileirão ;)

Depressão

Planos Frustrados

outubro 06, 2019


A frustração não é um sentimento estranho para mim, e cá entre nós, na verdade é algo bem familiar.
Mas apesar de ser um sentimento conhecido nem sempre eu consigo lidar bem com isso na verdade.
Eu tinha me planejado para fazer a tal da maratona da saúde mental, 14 dias compartilhando minhas experiências com a depressão e falando sobre o que tem funcionado para mim. Mas parece até irônico que logo após começar a escrever sobre isso eu passei por um momento muito difícil no meu tratamento, enfrentando alguns obstáculos que tornaram a caminhada um pouco mais difícil que o normal.
E com isso um milhão de coisas passaram pela minha cabeça, a minha incapacidade de conseguir concluir algo que eu tinha me proposto a fazer, o que as pessoas iam pensar quando eu não conseguisse terminar as postagens e o que isso iria significar pra minha vida a longo prazo.

É muito difícil se manter calma e manter a positividade quando tudo parece conspirar para que você fique mal, a escolha mais óbvia é se entregar e deixar tudo desmoronar de vez.
Mas muito disso é culpa dessa nova mentalidade de: se esforce o máximo possível, supere seus limites, não pare nunca!
E isso pode até funcionar para algumas pessoas, apesar de eu acreditar que esse povo nunca conta a história toda e deixa muito perrengue escondido.
Vivendo (conscientemente pelo menos) há quase 2 anos com a depressão uma das maiores lutas que tenho travado é como lidar com a angústia, a tristeza e a frustração.

Dessa vez tentei algo diferente, me tratei como se estivesse tratando a minha melhor amiga.
Me permiti descansar, fiz coisas para que eu me sentisse melhor, me esforcei pra ter paciência com meu processo, o que talvez tenha sido a parte mais difícil.
Mas o que eu tirei dessa experiencia é que primeiramente temos que aceitar que deu errado, falhou, flopou, e que TÁ TUDO BEM!
Ninguém genuinamente consegue se manter no topo o tempo todo, isso aí é uma ilusão criada para vender livros e palestras.
Depois de aceitar que deu errado, ter a paciência de se cuidar e superar essa "queda", não adianta nada ver um plano seu ser frustrado e no segundo seguinte já entrar de cabeça em um novo projeto. Sempre que fiz isso só fez muito mais mal do que bem.

Li algo que decidi aplicar na minha vida: se recupere como um atleta.
Já viu alguma noticia de lesão de atletas? Pois bem, eles se lesionam, as vezes rola até cirurgia, mas até eles voltarem a desempenharem plenamente as suas funções leva tempo, eles se cuidam bem, restauram a sua saúde física, e aos poucos vão voltando a sua rotina normal. E perceba que sempre que algum atleta decide acelerar o processo a lesão só piora, o que pode fazer com que essa lesão até acabe com a carreira deles.

Então, entendi que tenho que ser gentil com meu processo, e quando estiver bem e confortável pra voltar pras minhas atividades aí sim retomar meus planos.
Pegue a oportunidade de um plano frustrado como um incentivo para tirar um momento de cuidado para você mesma, e espero que, assim como eu, você volte desse período de frustração muito melhor e mais motivada :)

Saúde Mental

Conte até 10 (ou 100)

julho 23, 2019


Eu sinto que algumas coisas são muito subestimadas, como por exemplo a dica de contar até 10 quando você está nervosa, porque realmente é algo que pode ajudar.
Não vou entrar em detalhes mas o ato de inspirar e expirar 10 vezes realmente acalma os nervos, pois o nosso corpo responde a esse estímulo nos relaxando.
Só que a vida é muito complicada né? Às vezes mesmo depois de contar até 10 a gente continua espumando de raiva, mas e se a gente contar até 100?

Parece doido, chato e muito tedioso mas tente fazer o exercício de contar até 100, você vai perceber que na maioria das vezes ao final da contagem você já vai ter se acalmado e percebido que aquela situação nem vale a pena!
A verdade é que acabamos nos estressando e nos chateando por coisas que se a gente dar um tempinho já nem vai mais fazer sentido, tanto que li uma vez algo que ainda martela na minha cabeça: se uma situação não vai importar pra você quando você tiver 90 anos, então ela já não importa hoje!

Isso é forte e muito real, mas nem sempre dá pra racionalizar dessa forma, então que tal elaborar algumas estratégias?
Começando pelo fato de que números não são lá muito interessantes desculpa sou de humanas, por isso precisamos de algo mais para nos ajudar, então vamos lá, vou compartilhas alguns mecanismos que me ajudam em tempos de estresse ou tristeza:

  • Penso em todos os gatinhos, cachorrinhos e coelhinhos fofinhos que já vi: sempre dá mais que 100, e só de pensar nessas fofurinhas já fico muito mais feliz. Uma ideia também é ter várias fotinhos fofas no celular e parar para admira-las quando o clima ficar tenso.
  • Lembro de momentos bons da minha vida: a vida não é só tristeza, e todos temos momentos que dão aquele quentinho gostoso no coração, então lembre-se SEMPRE desses momentos, não deixe que eles fiquem longe da memória.
  • Listo todas as pessoas incríveis que já conheci: eu sei, tem muita gente mala nesse mundo, mas também tem muita gente boa que já te fez sorrir ou te ajudou em algum momento, então se lembre disso tá? Pois essas pessoas são as que valem a pena!
  • Anote as coisas boas que já disseram de você e pra você: temos a mania horrível de dar mais valor para as coisas ruins que nos dizem do que as boas, por isso um bom hábito é anotar cada pequeno detalhe, ou de um jeito mais moderno favoritar as mensagens no whatsapp, mesmo que isso não seja o mais importante é sempre algo reconfortante de ler, ainda mais vindo de pessoas que não tem nenhum motivo pra falar aquilo só pra agradar.
  • Tome água em pequenos goles: essa é mais focada na sensação do corpo ao estresse e tristeza, beba a água focando nela e contando mentalmente até 10, essa técnica é baseada no mindfulness (atenção plena), onde você deixa de fazer algo no piloto automático e presta atenção no que está fazendo, o que te traz pro momento atual e ajuda a aliviar a ansiedade.

Então eu te desafio a tentar algumas dessas estratégias e criar as suas próprias, por que não? No fundo você é a pessoa que mais te conhece e sabe o que pode te acalmar e te trazer pro presente.

Você sabe de mais alguma estratégia? Conta pra mim nos comentários!

Ahhh e se você testar alguns dos exercícios me conta tá? Eu vou AMAR saber ;)