Hey, você não é obrigada a nada!

maio 27, 2019


Quantas vezes fazemos coisas que não queremos apenas para agradar os outros?
Quantas vezes nos anulamos para nos dar bem com as pessoas?
Quantas vezes você disse sim sendo que o que você mais queria dizer era não?

Talvez esteja aí um dos maiores problemas atualmente, o quanto fingimos ser outra pessoa para nos sentir parte de algo ou encaixados em algum grupo.
É simplesmente sufocante viver esse tipo de farsa, porque isso é uma traição a nós mesmos e a nossa verdadeira personalidade.
Damos as costas para o nosso verdadeiro eu para criar uma pessoa que seja aceita de forma tranquila pela sociedade.
A convivência em sociedade é sim importante e fundamental para o ser humano, mas conviver é diferente de se tornar uma cópia xerox das pessoas.
Muitas vezes deixamos de construir relacionamentos com pessoas que realmente "combinam" com a gente porque estamos gastando uma energia absurda tentando nos encaixar em estilos de vida que simplesmente não são o nosso encaixe.

No primeiro episódio da terceira temporada da série Black Mirror conhecemos uma sociedade que está perdida neste tipo de comportamento, todos ficam avaliando cada interação pessoal obsessivamente, dando notas para cada pessoa que cruza seu caminho baseado no quanto você gostou de interagir com essa pessoa.
Nota algo familiar?
Esse comportamento é extremamente preocupante pois o nosso valor NÃO pode estar nas mãos de outras pessoas!

Podemos melhorar a nossa vida em 1000% apenas com a simples decisão de sermos quem somos de verdade, deixar de nos curvar as vontade e interesses dos outros e buscar mais o que nos faz bem.
É claro que existe um código moral que devemos seguir, mas caráter e educação são valores diferentes do que nossa personalidade.
E falo principalmente daquelas pequenas renúncias que fazemos em nossas vida (que podem ter uma consequência gigante) em função de outras pessoas, deixando assim de viver nossa própria vida para viver a vida de outra pessoa.

Chegou a hora de darmos mais valor aos nossos sentimentos e vontades, para assim conhecer e conviver com pessoas que aceitem sua maneira de ser sem tirar nem por.

Quem você quer ser? O que você gosta de fazer?
Que tal se perguntar isso agora e tomar as rédeas da sua vida para viver a sua melhor vida HOJE!

Leia Também: